Um novo capítulo, novas possibilidades

Por Paulo R. Käfer*

Cara leitora. Caro leitor.

Um ciclo se encerra. Outro nasce. Com o surgimento de um novo ano, emerge a esperança de dias melhores.

A página virou, o ano de 2016, ficou para trás. Agora, um novo capítulo se descortina no livro da nossa existência: 2017. E com ele, novas e infinitas possibilidades.

Na noite da virada, tive uma sensação muito boa, algo intuitivo, sei lá. Uma espécie de lampejo otimista de que o mundo vai ficar melhor e que a consciência coletiva irá expandir, apesar dos pesares.

Deixei meu ceticismo de lado e permiti que a fé em um novo tempo chegasse de mansinho. Logo em seguida fui dormir com um leve sorriso no rosto.

A mudança começa em cada um de nós

Nossos dias podem ficar mais interessantes, sim. E muito. Mas nada vai para a frente, se não mudarmos a nós mesmos. Nada fica melhor se nós não ficarmos melhores.

De que adianta esperar que o ano traga mudanças positivas, se não nos movemos em direção à realização de nossos projetos, com entusiasmo e determinação? Quem espera sempre alcança? Será?

A paz coletiva depende da paz individual. As relações entre as pessoas dependem fortemente da relação que cada pessoa tem consigo mesma.

Sem aprimoramento mental, espiritual e emocional, a evolução pessoal fica estagnada. Pouca coisa melhora, a menos que nos empenharmos um pouquinho para nos tornarmos mais conscientes e mais engajados com nosso próprio autoaperfeiçoamento, com a qualidade da nossa própria vida e com a conexão com outros seres.

A melhora do nosso mundo exterior está altamente conectada com o desenvolvimento do nosso mundo interior. Mais sábios, com certeza, edificaremos um cenário mais auspicioso e mais próspero em todos os sentidos. Assim, viveremos melhor.

Portanto a mudança começa pela gente! Por cada um de nós! Por onde mais começaria?

Para o filósofo Immanuel Kant, “toda reforma interior e toda mudança para melhor dependem exclusivamente da aplicação do nosso próprio esforço”.

Mudar gera um certo desconforto? Parece que sim. Mas paradoxalmente a zona de conforto, com o tempo pode começar a ficar desconfortável e no mínimo, completamente entediante.

E pode ser mais fácil mudar quando sabemos o que precisa ser mudado, transformado e reinventado.

Quando estamos cientes dos nossos padrões habituais de pensamento e comportamento, podemos transformá-los. Mas sem a consciência de como atuamos no mundo, podemos seguir replicando as mesmas falas e atitudes de sempre e de modo automático.

A significativa mudança começa quando a gente desperta e amplia nosso nível de consciência. E para dar uma ajudinha nesse despertar, uma pausa para reflexão é essencial como trampolim da mudança que almejamos. Que tal perguntar a si mesmo:

O que eu estou sendo para o mundo?

Sou mais influenciador ou influenciado?

Estou alinhado (a) com meu propósito de vida?

O que preciso mudar em mim para viver melhor?

Que ideias retrógradas eu preciso abandonar?

Descartando convicções obsoletas

Assim como na mitologia grega, a ave fênix que renasce das cinzas, chega um tempo em que é necessário descartar velhas ideias e convicções sobre o mundo, sobre nós mesmos e nos reinventar.

Com um novo ciclo surgindo, podemos produzir novos significados, encontrar novos sentidos para nossa existência, nos recapacitar para o futuro e pensar inusitadamente.

Para novos tempos, são requeridas novas mentalidades, novas maneiras de pensar. E principalmente a predisposição de abandonar opiniões ultrapassadas, que só atrapalham a nossa jornada evolutiva.

Para o dramaturgo George Bernard Shaw, “o progresso é impossível sem mudança; e aqueles que não conseguem mudar as suas mentes não conseguem mudar nada”.

E tão ou mais importante do que focar naquilo que queremos ter, é preciso investir tempo na melhor pessoa que podemos ser. Afinal de contas, toda a mudança profunda começa de dentro para fora e não, ao contrário.

Mais autoconfiança, melhores resultados

Assim, precisamos confiar em nossa própria capacidade de desenhar um futuro melhor para nós mesmos. E só faremos isso, se nos movermos conscientemente no presente.

Desprovidos de confiança em nós mesmos, não conseguiremos realizar as mudanças necessárias e por conseguinte, não avançaremos.

Que tal dizer para si mesmo algumas afirmações com determinação?

Sim, sou capaz de mudar e de transformar a realidade para melhor!

Sim, estou capacitado para mudar em mim aquilo que eu sei que preciso mudar.

Sim, posso perfeitamente adquirir hábitos mais saudáveis e espantar hábitos prejudiciais e autossabotadores que atravancam meu progresso.

Sim, tenho o potencial para alcançar minhas metas e realizar meus sonhos mais notáveis.

Sim, tenho plenas condições de encarar meus medos bobos e irracionais que me impedem de avançar e realizar as atividades com destemor e serenidade.

Somos os autores da história das nossas vidas

Não adianta esperar que o ano seja maravilhoso. Precisamos fazer um ano maravilhoso. Ou seja, mudança pressupõe ação, movimento, colocar a mão na massa.

E cultivar diariamente a determinação para agir, sempre levando em consideração que ações conscientes ressoam no Universo.

Um novo capítulo está aí: 2017! O que escreveremos e como escreveremos, depende unicamente de nós mesmos.

Um novo caminho está bem na nossa frente, cheio de possibilidades. Cabe a nós escolher deliberadamente o melhor jeito de caminhar e decidir com sabedoria cada passo da nossa caminhada.

Que sua jornada seja repleta de alegrias e realizações genuínas. Que seus passos sejam na direção dos seus sonhos. Um ano novo super feliz para você.

Espero ter contribuído de alguma forma com essas reflexões. Agradeço sinceramente a sua visita aqui no blog, grande abraço, paz na mente e até o próximo texto. 🙂

Paulo R. Käfer

Instrutor da Formação de Multiplicadores – Facilitador Coach © com várias turmas realizadas e diretor da MKaPlus, empresa especializada em ajudar instrutores e facilitadores a terem alta performance e realizarem treinamentos fantásticos.

>> Mais sobre Paulo.


Todos os textos do blog possuem direitos autorais. Cópia proibida.

Gostou do texto? Achou relevante? Então que tal se cadastrar abaixo para receber nossa newsletter?

Share Button

5 thoughts on “Um novo capítulo, novas possibilidades

  1. Boa Tarde Paulo.

    Excelente texto, nós somos os únicos responsáveis pelo nosso processo de mudança.

    Obrigada por me levar a reflexões.

  2. Prezado Paulo
    O texto está muito interessante e foi bem acolhido por mim.
    Desejo que neste Novo Ano, Deus continue iluminando a sua mente para que continue criando e semeando estes textos e através deles contribua para o desenvolvimento das pessoas. O Universo contribui para sustentabilidade deste movimento.
    Muita Paz e Saúde neste Novo Ano!
    Um abraço!!
    Joelma

  3. Texto claro, objetivo mas de profunda reflexão.

    Propicio ao momento, inclusive!

    Gratidão por compartilhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar