Vamos ousar mais?

Por Paulo R. Käfer*

Você já pensou em quantas coisas não realizamos por… Medo?

Aquela viagem, aquele beijo, a palavra guardada. O livro não publicado, o abraço não dado. O elogio não feito, o sorriso contido.

Quantas vezes não ousamos ser mais felizes por… Medo?

Talvez tenhamos pensado: o que os outros vão pensar de mim? Passar por ridículo, eu? De jeito nenhum.

Quantas vezes não tivemos vontade de chutar o balde e procurar um trabalho melhor, que realmente tem a ver com nossa missão de vida em uma empresa que valoriza as pessoas e suas ideias?

Ou abrir a própria empresa e mudar o mundo? E o pensamento de sempre: preciso de segurança e estabilidade. Não posso arriscar.

E aquele projeto que não sai do papel… Quantas vezes pensamos em colocar em prática e só não o fizemos… Por medo?

Quantas vezes optamos por um caminho seguro, confortável e conveniente? Mas na verdade, tudo que queríamos era seguir nosso coração e nos aventurarmos nas trilhas inusitadas das possibilidades. E sem nos darmos conta que o frio na barriga da ousadia pode ser bem melhor do que a mesmice da falsa segurança.

Quantas vezes queríamos ter dito eu te amo e só não dissemos por… Medo? E ainda justificamos para nós mesmos: demonstrar os sentimentos é sinal de fraqueza. Quando, na verdade é justamente o contrário.

Então basta! Esta na hora de temer as coisas certas: temos que ter medo quando nossa vida vira rotina, quando criticamos sem construir, quando reclamamos ao invés de agir.

E mais do que isso: precisamos expulsar os três inimigos da felicidade: o medo de amar, o medo do sucesso e o medo de viver uma vida plena.

E para concluir, sem medo de errar:

O medo faz a gente se arrepender de não ter feito coisas grandiosas. Então, que ele não nos impeça de ser o melhor que podemos ser e que possamos tornar nossa existência uma verdadeira declaração de amor à vida.

Sucesso sempre, paz na mente e até o próximo texto.

Paulo R. Käfer

Instrutor da Formação de Multiplicadores – Facilitador Coach©  com várias turmas realizadas pela MKaPlus, empresa especializada em ajudar instrutores e facilitadores a terem alta performance e realizarem treinamentos fantásticos.

Mais sobre Paulo.


Todos os textos do blog possuem direitos autorais. Cópia proibida.

arrow
Gostou desse texto? Achou relevante? Então que tal se cadastrar abaixo para receber nossa newsletter?

Por favor, deixe um comentário abaixo e compartilhe suas ideias com a gente. Vamos juntos criar um mundo melhor.

Formação de Multiplicadores Banner

 

Share Button

5 thoughts on “Vamos ousar mais?

  1. Suas palavras para mim hoje neste dia foi de imenso prazer ouvi-lá pois me trouxe plenas reflexões de atitudes que eu deveria ter tomado e ainda não ás tomei , porém aparte deste momento irei refletir mais sobre as minhas decisões e procurar por em prática as ações que desejo executar. Deus te abençoe desejo a você tudo de bom tenha um dia de paz.
    Érika Santos.

  2. Bom dia!
    Excelente texto, realmente me fez refletir, pois mesmo que não seja costume termos medos e segui-los, vez por outra conforme a vida vai andando, nos deparamos com medos que não precisariam existir e que acaba por fazer que a vida se arraste, ao invés de nos trazer as coisas no tempo esperado e nos perguntamos ainda o porque da demora.
    Parabéns, adoro os textos postados, são de grande valia.
    Janaína Rodrigues

  3. Grande mestre Paulo! Na turma que participei “Formação de Multiplicadores”você me fez repetir uma frase que soltei num depoimento para o grupo: -Quando o sonho é maior que o medo, a gente acaba vencendo. E foi exatamente isso que eu senti quando tive a coragem de mudar muita coisa na minha vida. Comecei a perseguir o sonho e não sentir as reações que o medo insistia em me causar. Fui parar na sua valiosa turma daquele ano de 2014…e de lá pra cá…muita história pra contar! Texto sensacional como sempre amigo…Parabéns e um grande abraço.

    • Fico imensamente feliz com suas palavras, Rita. Gratidão.
      Lendo seu comentário, tive um insight: “sonhar é uma das formas de negociar com o medo”.
      Medo a gente sente, não tem jeito. E às vezes até é importante. Mas ele não pode atrapalhar a jornada rumo a uma vida plena e feliz.
      Foi uma honra contar com sua presença em uma das nossas turmas do curso.
      Valeu. Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *