Os 7 pilares do Facilitador de Sucesso

Por Paulo R. Käfer*

O caminho para se tornar um Treinador Empresarial de sucesso requer muito empenho e dedicação. Desenvolver e transformar pessoas nos dias de hoje é altamente desafiador. Um desses desafios é conseguir despertar a atenção dos participantes e engajá-los na aprendizagem que leva à mudança.

Elaborei uma lista com sete pilares fundamentais que podem lhe ajudar a construir uma carreira fascinante como Multiplicador.

Vamos a eles:

1. Paixão

O principal requisito para se tornar um mestre naquilo que você faz é… SER COMPLETAMENTE APAIXONADO, FASCINADO, LOUCO DE AMOR pelo que você faz.

Ninguém gosta de participar de um curso ou assistir uma aula morna, onde o Instrutor fala com tédio e sem paixão, de maneira protocolar.

Muitos falam para a mente das pessoas. Mas os que se destacam falam para a mente e para o coração delas. Mas para você conseguir isso, você precisa ser apaixonado por suas ideias. Só convence quem tem paixão!

Coloque sua alma, emoção e entusiasmo em sua fala. Não há tecnologia no mundo que supere isso.

Esses dias, eu estava almoçando e na frente do restaurante, uma cena inusitada ocorreu: um artista fazia seu show na calçada. Deu pulos e piruetas fantásticas e demonstrou o que é estar 100% presente na prática. E o mais incrível: vi uma pessoa feliz e que ama o que faz. Presenciar isso foi altamente inspirador e emocionante. Quando a performance é elevada e regada com carisma, todos aplaudem. Assim é na arte e claro… Assim é na vida.

2. Aprendizagem

O verdadeiro Instrutor nunca deixa de aprender. Portanto, ESTUDE muito mais do que média.

Leia muito, pesquise, faça cursos, participe de feiras e congressos. Invista na sua atualização. Nunca me arrependi de investir em conhecimento. Mas fique atento para escolher o curso certo e os livros certos. Pesquise bastante antes de se inscrever em um evento e comprar qualquer livro. Qualidade é infinitamente melhor que quantidade. Além disso, é muito importante diversificar: vá ao teatro, leia poemas e assista aos filmes que transmitem mensagens positivas. É de suma importância ter uma vida cultural.

Aproveite também suas viagens a passeio ou a negócios. Como viajo bastante, principalmente para ministrar cursos, levo sempre um bloquinho para registrar as coisas que acho interessante e anotar as ideias que surgem na minha mente sem pedir licença. Você nunca sabe quando vem uma inspiração. Se não anotarmos na hora que as ideias surgem, temos uma tendência a esquecê-las.

Para você ter uma noção, tenho ideias em cafeterias, no avião, caminhando na praia, no cinema… Talvez, o escritório nem seja o melhor lugar para ter insights!

Mas pode anotar aí: o seu treinamento ficará mais interessante e mais rico se você compartilhar suas experiências e suas impressões com as pessoas. É essencial colocar sua marca em seu treinamento. E isso é possível através das suas experiências interessantes. Mas não fique falando apenas de você. Se decidir contar algo sobre suas vivências, precisa agregar valor aos participantes.

3. Acreditar

Preste atenção: se você não acreditar em você, dificilmente alguém acreditará.

ESQUEÇA ESSA PRAGA: NÃO SOU BOM O BASTANTE!

Espante o medo de não ser aceito, de esquecer a fala ou o medo de errar. Dúvida sobre si mesmo não combina com desempenho de excelência. OU VOCÊ DÁ UM SHOW OU VOCÊ HESITA. Não dá para fazer as duas coisas.

Portanto prepare-se muito bem, acredite no seu potencial e dê o melhor de si.

O êxito do seu treinamento dependerá muito da sua entrega como Facilitador.

4. Coerência

Seja coerente: se você vai dar um treinamento sobre liderança, mostre que você é um líder. Se você falar sobre gestão do tempo, tenha uma organização impecável. Se você está falando sobre imagem pessoal, capricha no visual. Você não está ministrando um curso somente para repassar um tema. Você precisa viver o tema no seu dia a dia. O exemplo ainda é a melhor forma de ensinar.

5. Foco

Vivemos em um mundo recheado de informações e distrações de todo tipo. É aí que precisamos ficar atentos. Fuja das pseudo-diversões e ponha FOCO EM SER O MELHOR NA SUA ÁREA! Decida ser o mais efetivo Treinador Empresarial no seu campo de atuação.  E por favor, nunca arranje desculpas e justificativas para não ser o melhor profissional que você pode ser.

6. Intenção Genuína

Esse pilar é realmente fundamental.  A intenção genuína brota da sua consciência. Tenha um propósito claro e consciente, uma missão que transcende o conteúdo do treinamento.

Reflita:

O que você transmite/ensina agrega valor para os participantes?

É bom para você?

É bom para o planeta?

Um dos maiores prêmios que um Facilitador pode receber é a gratidão das pessoas, os aplausos em pé quando o curso chega ao seu final e as lágrimas de algumas pessoas em resposta a uma transformação que o curso promoveu. Essa é uma sensação de realização indescritível. E isso tudo provém da sua dedicação somada às suas intenções de realmente contribuir para a evolução das pessoas.

7. Naturalidade

Jamais tente ser um personagem ou copiar algum Instrutor que você admira. Você é melhor que qualquer personagem, desde que seja você mesmo. Se formos espontâneos em nossa maneira de ser e originais em nossas ações, tudo flui tão naturalmente que nossos movimentos se tornam leves como um passo de dança. Afinal de contas, não é uma delícia estar com pessoas autênticas?

Fuja das artificialidades e seja a melhor versão de você mesmo. Disse o sábio Lao-Tzu: “quando você está satisfeito por ser simplesmente você mesmo e não se compara ou compete, todo mundo te respeitará”.

Desejo sucesso para você e ponha foco no melhor que você pode ser.

Paz na mente, grande abraço e até o próximo texto.


Paulo R. Käfer

Diretor e Facilitador da MKaPlus, empresa especializada em ajudar instrutores e facilitadores a terem alta performance e realizarem treinamentos fantásticos. É instrutor da Formação de Multiplicadores – Facilitador Coach©, com dezenas de turmas realizadas pelo Brasil.

Mais sobre Paulo.


Todos os textos do blog possuem direitos autorais. Cópia proibida.

arrow
Gostou do texto? Achou relevante? Então que tal se cadastrar abaixo para receber nossa newsletter?


Por favor, deixe um comentário abaixo e compartilhe suas ideias com a gente. Vamos juntos criar um mundo melhor.

Formação de Multiplicadores Banner

Share Button

20 thoughts on “Os 7 pilares do Facilitador de Sucesso

  1. Texto muito interessante. Nos faz refletir sobre nossa atuação como profissionais em geral.
    Parabéns!!!

  2. Os artigos são sempre inspiradores. Os sete pilares são relevantes, mas Paixão, Coerência e Naturalidade devem ser desenvolvido e exercitados todos os dias. Certa vez participei de uma palestra onde o palestrante parecia uma mistura de vários palestrantes de sucesso. O resultado foi terrível. Cada um tem muito a oferecer, tem uma personalidade que pode inspirar outras pessoas…

  3. Gostei muito do texto “Os 7 Pilares do Facilitador do Sucesso”. Os pilares foco, intenção e naturalidade são essenciais na transmissão de uma mensagem, para que você atinja o seu público. E acredito que a maior recompensa dos 7 Pilares ocorre ao verificamos que no dia a dia as pessoas estão procurando aplicar aquilo que foi transmitido como processo de transformação.
    Abraços,
    Obrigada!

  4. Prezados, Paulo e Jaqueline

    Agradecida pelo envio do texto, a clareza , a objetividade, muito bom, excelente.
    Um abraço

    Joelma

  5. Texto muito bem escrito! Aliando os pilares a esses fundamentos com empenho em dedicar-se a ajudar o outro a melhorar, com certeza teremos uma mudança substancial, que fará a diferença…

  6. Sou um antigo admirador da MKAPLUS. Sabem por que, Paulo e Jaqueline? Porque a cada texto que leio, vindo de vcs, sinto uma lufada de vento fresco entrando pela janela de nosso desenvolvimento. Um vento que sempre provoca em mim importantes momentos de reflexão, paz e evolução. Saudades de conversas e trocas que nunca aconteceram.

  7. Parabéns pelo post!

    Penso que este realmente é o caminho e faz parte da nova política comercial onde não existe mais espaço para a lei de Gerson e sim a parceria e o amor pelo que se faz.

  8. Estes pilares são realmente importante para que possamos mostrar confiança e habilidades naturais que conquistamos no decorrer de nossas experiências profissionalmente, não conhecia o Paulo mas pelas palavras aqui postada fico ainda mais interessado em participar desta formação para multiplicadores,
    Parabens por este texto…

  9. Paulo,
    Essa instigação do texto reforça que vivemos a era das mudanças. Tudo muda muito rapidamente, em todos os campos da vida. Desde que o mundo é mundo há mudanças. Mudar faz parte da natureza e da história. É uma ilusão acreditar que durante um período da vida vamos à escola, aprendemos tudo o que é preciso e depois basta trabalhar, usando os conhecimentos já adquiridos. Cada pessoa PRECISA, por conta própria, DESENVOLVER-SE cada vez mais. O autodesenvolvimento é a única forma de combater a obsolescência. O futuro não acontece simplesmente: ele é o RESULTADO de nossas percepções sobre o presente e da forma como respondemos a estas percepções SAINDO da zona de conforto, tanto faz se empregado ou empregador. As pessoas na trilha do autodesenvolvimento devem buscar uma relação com o mundo tendo ações focadas como sujeito autonômo na ATENÇÃO para deixar a mente aberta e alerta, na FLEXIBILIDADE para aprender a curvar-se diante dos fatos, na OUSADIA para tentar e arriscar, na CRIATIVIDADE para fazer diferente e evoluir, na CORAGEM para abdicar da zona de conforto, dominar o medo e realizar escolhas, e no PLANEJAMENTO para desenvolver as melhores e mais rentáveis estratégias individuais e coletivas na Vida inspirando e multiplicando a prática do exercício da cidadania em qualquer ambiente pessoal ou organizacional.

  10. Prezados,

    Agradeço e parabenizo pelo texto, pois o mesmo será de grande valia e me proporcionará reflexões importantes a respeito de minhas atitudes e comportamentos em meus treinamentos. Para contribuir com o tema, deixo uma pequena contribuição sobre um outro pilar que acredito que seja de fundamental importância para nós facilitadores de aprendizagem e desenvolvimento – SABER ESCUTAR ( Escuta Ativa) : se, na verdade o sonho que nos anima e nos motiva é democrático e solidário, esta missão de treinar e desenvolver os outros, não é falando aos outros , de cima para baixo, sobretudo, como se fôssemos os portadores da verdade a ser transmitida aos demais, que aprendemos a escutar, mas é ESCUTANDO que aprendemos a FALAR com eles. Somente quem escuta paciente e criticamente o outro, fala com ele, mesmo que, em certas condições , precise de falar a ele. O que jamais faz quem aprende a escutar para poder falar com é falar IMPOSITIVAMENTE. Enfim, o FACILITADOR que ESCUTA aprende a difícil lição de transformar o seu discurso, às vezes necessário, ao treinando/participante/aluno , em uma fala COM ele.

  11. 7 pilares essenciais. Simples assim!
    Muito bom o texto, fiquei inspirada a ser uma Facilitadora cada vez mais apaixonada e melhor.

  12. Excelente. Obrigada , vou usar esses pilares para me desenvolver como profissional e poder ajudar as pessoas.

  13. Parabéns!!! Muito bom texto, proporcionou-me muitas reflexões sobre minha postura pessoal e profissional. Se posicione, seja você. Vou utilizar esse conhecimento para me desenvolver e ajudar outras pessoas. Obrigada.

  14. Ter o conhecimento é muito bom mas, é preciso sabedoria para ensinar.
    Muito bom artigo bem inspirador, se não acreditar em nós mesmos como vamos convencer as pessoas acreditarem, um instrutor não apenas instrui mas também motiva as pessoas, é preciso estar motivado pois o aluno sera o reflexo do professor.

  15. E também o bom e velho “gostar de gente”. É preciso gostar de interagir com as pessoas e também de servi-las. Todos os pilares trazidos pelo autor e pelos que fizeram comentários são fundamentais. Obrigada pelo compartilhar de conhecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *