6 dicas para aumentar a autoconfiança em Treinamentos Empresariais

Por Paulo R. Käfer*

Um requisito indispensável para todo Treinador Empresarial é a autoconfiança. Sem ela, tudo fica mais difícil. Sentir-se inseguro antes de uma apresentação ou diante de uma plateia é meio caminho andado para um desempenho mediano. Ao contrário, quem está seguro e confiante tem muito mais chances de obter êxito.

Como disse Ralph Waldo Emerson, “a confiança em si mesmo é o primeiro segredo do sucesso”.

Preparei seis dicas poderosas para você ampliar sua autoconfiança na hora de transmitir seus conhecimentos.

Visualize o êxito

Será que ficar pensando no que pode dar errado no treinamento é uma boa estratégia? Encafifar com isso pode atrapalhar o desempenho e baixar o nível de autoconfiança.

Precisamos focar nossa atenção nos aspectos positivos e imaginar nada mais nada menos que a excelência.

Que tal usar a imaginação e fazer uma visualização do êxito alguns minutos antes de entrar em “cena”? Imagine você no curso, recebendo bem as pessoas, falando com empolgação, irradiando confiança e causando impacto positivo no ambiente.

Eu faço essa visualização antes de conduzir um treinamento para ficar mais energizado e acredite: esse é um exercício poderoso, e traz ótimos resultados.

Preparação impecável

Por melhor improvisador que alguém seja, é inadmissível se descuidar da preparação de uma apresentação ou treinamento. Como disse Benjamin Franklin: “falhar em se preparar é preparar-se para falhar”.

Pesquise bastante, leia muito, estude metodicamente e se achar necessário, ensaie até em frente ao espelho. Grande parte da autoconfiança no “palco” é em função de uma excelente preparação nos “bastidores”.

A dedicação ao planejamento e a organização do conteúdo gera uma sensação confortável de segurança e tranquilidade.

No planejamento, evite começar pelos slides. Faça um roteiro tendo em mente os resultados que você quer alcançar com sua apresentação. O que as pessoas precisam aprender? Qual o perfil do público? Qual a sua mensagem central? Como você pode dar um brilho todo especial a essa mensagem?

Ouse ser você mesmo

Quanto mais natural você for, mais confiança transmitirá. Jamais imite ou copie trejeitos de palestrantes, mesmo que você os admire. Não tente ser outro. Seja você mesmo. Não tente ser natural. Seja natural.

Não nos destacamos da multidão tentando ser “clone” de alguém. Pense por si mesmo e transmita suas ideias de maneira autêntica, única e original.

Acredite: a originalidade separa os Multiplicadores medianos dos fora de série.

Motivação genuína gera autoconfiança

Intenções positivas e aspirações elevadas ajudam a potencializar nossa autoestima e incrementam a confiança em nós mesmos.

Quando estamos realmente dispostos a contribuir para o desenvolvimento das pessoas e compartilhar nosso conhecimento de maneira incondicional, é natural que nossa autoconfiança aumente, porque nossa motivação é genuína.

Não é somente o que você sabe que está em jogo. Mas é o quanto você se importa com seu público. Mostre que você se importa com as pessoas e com certeza, elas apreciarão sua fala. Lembre-se sempre disso, antes de fazer uma apresentação corporativa ou facilitar um treinamento.

Nas palavras de John Wesley: “faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder”.

Use histórias pessoais na medida certa

Você deve ter vivido momentos incríveis e certamente, experiências memoráveis e emocionantes. Ou quem sabe, liderou um projeto inovador que fez a diferença na vida das pessoas. Quando você compartilha uma história pessoal, um relato de sucesso, um aprendizado importante, você sente-se mais relaxado, à vontade e se conecta emocionalmente com o público. É muito interessante quando o ensinamento é transmitido na forma de história pessoal.

Mas aqui vai uma ressalva: só utilize histórias pessoais que estejam relacionadas com o tema proposto. E é sempre bom deixar de lado os autoelogios e a autopropaganda. Lembre-se: a história é tão importante quanto o narrador!

Escolha um tema que você adora

Paixão não se fabrica. Ou você tem ou você não tem. Quanto mais apaixonado você for por suas ideias e por seu tema, mais seguro se sentirá ao transmitir seus conhecimentos.

Encontre um tema que o deixe completamente empolgado e sua conexão com a plateia aumentará exponencialmente.

Assim, evite falar sobre assuntos que são entediantes para você e pelos quais não domina ou não acredita. Os outros só se interessarão por suas palavras se você demonstra entusiasmo por sua mensagem.

Paz na mente, grande abraço e até o próximo texto.


Paulo R. Käfer

Instrutor da Formação de Multiplicadores – Facilitador Coach©  com várias turmas realizadas pela MKaPlus, empresa especializada em ajudar instrutores e facilitadores a terem alta performance e realizarem treinamentos fantásticos.

Mais sobre Paulo.


Todos os textos do blog possuem direitos autorais. Cópia proibida.

arrow
Gostou desse texto? Achou relevante? Então que tal se cadastrar abaixo para receber nossa newsletter?

Por favor, deixe um comentário abaixo e compartilhe suas ideias com a gente. Vamos juntos criar um mundo melhor.

Formação de Multiplicadores Banner

Share Button

12 thoughts on “6 dicas para aumentar a autoconfiança em Treinamentos Empresariais

  1. Prezados, Jaqueline e Paulo

    Eu sempre tenho recebido os textos, em momentos bem presentes, uma espécie de conexão. conteúdo muito bom.
    Agradecida!
    Joelma

  2. Adorei as dicas, humildade e sabedoria sempre…
    Seus textos sempre me ajudam muito… meu Blog preferido 🙂
    Abraços

  3. Olá Paulo e Jaqueline é sempre muito bom e inspirador ler os textos publicados no blog. Gosto demais dos seus ensinamentos. Quando vamos ter outro treinamento? Beijo grande no coração de vocês. Fiquem com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *