Como despertar a atenção da plateia

Por Paulo R. Käfer*

Você quer conduzir um treinamento efetivo, realizar uma apresentação bem sucedida de vendas, ministrar uma palestra memorável ou até mesmo fazer um discurso inspirador na sua empresa? E certamente quer encantar as pessoas e ser bem avaliado, certo? Pois é… Mas para isso você precisará despertar a atenção da plateia.

E esse é um dos maiores desafios de qualquer ser humano que falará para um público ávido por conhecimento aplicável e farto de informações desnecessárias.

De qualquer forma existem muitas maneiras de despertar a atenção da plateia. Eu selecionei três formas simples e eficazes de “fisgar” a atenção e deixar a audiência encantada.

Vamos a elas:

Priorize conteúdo relevante

De que adianta sobrecarregar as pessoas com excesso de informações fragmentadas e desconectadas?

Procure selecionar, filtrar e organizar as informações que são realmente úteis, significativas, interessantes e impactantes para a sua plateia. É evidente que dá um pouco de trabalho, mas vale a pena.

Em geral, as pessoas quereRelevância editada melhorm dicas valiosas que possam ser aplicadas na prática. Não faz muito sentido transmitir conhecimentos sem uma forte conexão com a realidade dos participantes, principalmente no mundo dos negócios onde aprendizagem, alto desempenho e inovação são fatores-chave do sucesso empresarial.

Portanto, um curso de excelência vai muito além da exposição de um tema. Ele precisa ajudar as pessoas a resolverem problemas. O seu treinamento oferece que tipo de solução?

Além disso, ideias abstratas sem uma correlação com o cotidiano das pessoas, tendem a ser rejeitadas. E a atenção é desviada para o celular, para o teto e sabe-se lá para onde…

Evite firulas… Priorize o que fará a diferença na vida dos participantes. Por isso, é imprescindível entender as necessidades deles e conhecer o perfil do seu público.

Promova reflexões

Um curso empresarial que não promove reflexões profundas, talvez não seja muito efetivo. Acredito que a reflexão é um dos pilares da aprendizagem. E uma maneira de levar nossos treinandos a refletir, é lhes fazendo perguntas inteligentes e relacionadas ao tema em questão.

O fabuloso poeta gaúcho, Mário Quintana tinha razão: “a resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas”.

Um treinamento sem perguntas poderosas é o mesmo que uma escada sem degraus. E fazer perguntas instigantes é uma das melhores maneiras de despertar a atenção das pessoas e impulsionar a transformação.

Perguntas movem o mundo. Tiram a gente da zona de conforto. Confrontam nossas crenças limitantes. Perguntas inteligentes são convites para uma viagem de descoberta. Essencialmente de autodescoberta.  Quando você faz uma pergunta em uma apresentação corporativa, você tira o foco de si mesmo e deixa a plateia em evidência. E o melhor de tudo: gera interação, reflexão profunda e consequentemente, aprendizado.

Uma pergunta bem formulada tem o poder de dirigir o foco, captar a atenção e engajar o público porque eles estão pensando sobre o tema, refletindo e tendo insights. E perguntas “desconcertantes” são ótimas para despertar para novas possibilidades. Uma das métricas para saber se a pergunta foi boa nesse sentido é se a pessoa tem uma reação mais ou menos assim:

– Caramba! Eu nunca tinha pensado sobre isso…

E lembre-se: durante o planejamento da sua apresentação, elabore perguntas interessantes que estejam de acordo com o seu assunto. Não adianta perguntar por perguntar. As perguntas também precisam ser relevantes.

Inspire com seu entusiasmo

Há mais de 10 anos trabalhando com treinamentos empresariais, chego a uma conclusão: o entusiasmo é disparado, o mais importante elemento quando queremos despertar a atenção em uma plateia. Eu insisto: sem entusiasmo, não “rola”. É melhor ficar em casa!

Nas palavras do maravilhoso líder, Nelson Mandela: “qualquer pessoa pode elevar-se acima das circunstâncias e alcançar sucesso, caso se dedique e tenha entusiasmo pelo que faz”.

Então imagine os discursos dos grandes oradores… Sem entusiasmo, Inspiration. Business Background.essas falas cairiam no esquecimento, antes mesmo do próprio discurso chegar ao fim.

O entusiasmo do Treinador Empresarial energiza uma plateia, convence, emociona, move as pessoas e as inspira a ação. Quando você fala com entusiasmo, seu tom de voz muda, seus gestos ficam mais convincentes e você amplia sua autoconfiança. E sem sombra de dúvida, sua presença de palco fica muito mais impactante.

Procure escolher assuntos e temas pelos quais você acredita e desperta seu entusiasmo. Jamais tente “vender” uma ideia, que você mesmo não tenha “comprado”. E somente teremos entusiasmo se acreditarmos profundamente em nossas ideias.

Eu por exemplo, acredito que é possível mudar e melhorar o mundo com treinamentos empresariais. Pode soar utópico, mas é justamente essa ideia que me inspira a dar o meu melhor e faz minha performance aumentar. E quando estou diante de um grupo de pessoas interessadas em aprender novos métodos e focadas no autodesenvolvimento, minha alma fica radiante e impregnada de entusiasmo, pois compreendo que essa é uma bela oportunidade de contribuição.

Reflita… O que empolga você? O que impulsiona você? O que deixa você absolutamente energizado?

Resumindo: para ser útil às pessoas, seja relevante. Para gerar reflexão, faça perguntas poderosas e para inspirar, fale com entusiasmo.

Sucesso em suas apresentações, grande abraço, paz na mente e até o próximo texto.


Paulo R. Käfer

Instrutor da Formação de Multiplicadores – Facilitador Coach©  com várias turmas realizadas pela MKaPlus, empresa especializada em ajudar instrutores e facilitadores a terem alta performance e realizarem treinamentos fantásticos.

Mais sobre Paulo.


Todos os textos do blog possuem direitos autorais. Cópia proibida.

arrow
Gostou desse texto? Achou relevante? Então que tal se cadastrar abaixo para receber nossa newsletter?

Por favor, deixe um comentário abaixo e compartilhe suas ideias com a gente. Vamos juntos criar um mundo melhor.

Formação de Multiplicadores Banner

 

Share Button

14 thoughts on “Como despertar a atenção da plateia

  1. Sou prova disso, Paulo!
    Contagiamos as pessoas quando expressamos vida nas nossas palavras.
    Acredito que tanto as pessoas como quem dá a palestra ou o treinamento saia vitorioso!
    É um campo energético carregado de boas intenções.
    Assisti tudo isso no Grupo 32 Multiplicadores e facilitadores de treinamento MKaPLUS.

    • Você é sempre muito gentil, Rita. Para nós, foi uma honra ter a sua presença em uma de nossas turmas da Formação de Multiplicadores. E como todas as outras, a turma 32 é fantástica.
      Na edificação de um mundo melhor, a criação desse “campo energético carregado de boas intenções” que você menciona é muito importante. Aliás, ter uma intenção elevada é imprescindível para qualquer Líder, Multiplicador ou Agente de Mudança. Principalmente quando acompanhado de ações positivas e sustentáveis.
      Conte sempre com a gente.
      Abraço!

  2. Paulo, é isto mesmo, quem fala em público jogando apenas palavras ao vento nunca saberá se o que é transmitido atingirá o objetivo pretendido. É necessário sim, acreditar com convicção sobre o que fala e mais ainda praticar, praticar e praticar. Somente quem faz o que fala terá autonomia para trasmitir e passar credibilidade a platéia ou a quem quer que seja, sobre todos aspectos da comunicação verbal. O corpo fala e não há como camuflar isto,

    Parabéns pela publicação.

    abraço.

  3. Excelente texto, falar em público é uma arte, e como toda arte precisa ser de excelência. Quem fala pôr falar, não saberá se o que está transmitindo agregará valor as pessoas que o está assistindo, assim como se o seu objetivo foi alcançado.

  4. Excelente artigo para as aulas de comunicação.Semana passada ministrei um módulo de Ética e Responsabilidade Social no Curso de MBA Administração Empresarial na FAPAN – Faculdade do Pantanal – Cáceres -MT e este artigo me ajudou muito como ferramenta para a exposição dos fundamentos teóricos, os estudos de cases e acima de tudo o incentivo à coragem dos alunos na parceria com o professor na discussão desta temática tão complexa e desafiadora que é a Ètica e Responsabilidade Social nas Organizações Públicas e Privadas.Mais uma vez o meu muito obrigado por nos enviar textos, simples e de tamanha grandeza e rapidez para a tomada de decisões.Abraçosl.Prof.Ms.Itamar Costa Melo

  5. Olá!
    Adorei o artigo. Muito apropriado e com dicas valiosas.
    São dicas práticas e possiveis de se praticar, alem de inteligentes e eficazes.
    Parabéns. Adorei mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *